Image
Image

Antônio Madureira

A música como missão

Por Francisco Andrade

Escrever sobre a trajetória de um dos maiores representantes de nossa música é tarefa honrosa, laboriosa e desafiadora. Ainda que seja breve, este texto foi escrito sob um ponto de vista de sua história e criação artística.
A ligação musical de Antônio Madureira vem do lado materno pela memória e pelo legado do bisavô Tonheca Dantas, compositor e Mestre de Banda que deixou centenas de obras musicais, as quais hoje estão sendo pesquisadas e organizadas.
Potiguar de Macau, Madureira iniciou o seu conhecimento formal em música no ano de 1967, quando o jovem aprendiz de 17 anos se mudou com a família para a cidade do Recife. Tendo sido aceito no exame para ingressar como estudante de violão na Escola de Belas Artes de Pernambuco, passou a se dedicar no ano seguinte às aulas de José Carrión, violonista, violoncelista, pianista e compositor.

Aluno dedicado e talentoso, Madureira se recorda de Carrión como o maior músico que já conheceu. Recebeu do mestre espanhol a dimensão do violão como instrumento de possibilidades artísticas e composicionais pela vertente das escolas de Emilio Pujol, Francisco Tárrega, amalgamado ao estudo dos vihuelistas da renascença – Milán, Narvaéz e Mudarra. A música de Villa-Lobos também se fez presente no repertório com os Prelúdios, Estudos e a Suíte Popular Brasileira.
Em 1969 tem a sua primeira atuação como compositor no Teatro Popular do Nordeste (TPN) com a peça, A Barca d’ ajuda, escrita pelo teatrólogo Benjamim Santos.
Os anos 70 foram decisivos para consolidar a trajetória musical e artística do jovem Madureira. Atuando no início daquela década como compositor e violonista do TPN, sob a direção de Hermilho Borba Filho, conviveu em um efervescente ambiente artístico e intelectual com a presença de Teca Calazans, Geraldo Azevedo, a turma do Quinteto Violado e a presença marcante do sociólogo Sebastião Vila Nova, com quem estabeleceu um laço de amizade, passando a conhecer a obra de Mário de Andrade. O livro Ensaio sobre a Música Brasileira do mestre modernista se tornou referência na caminhada do incipiente compositor.
O encontro com o escritor paraibano Ariano Suassuna no início daquela década, quando o jovem músico é apresentado pelo amigo Fernando Torres Barbosa ao dramaturgo, professor de filosofia e mentor do Movimento Armorial, abriu caminho para estruturação do compositor Antônio Madureira na criação do Quinteto Armorial, importante e premiado grupo de música instrumental que produziu quatro elepês pela gravadora Discos Marcus Pereira no período de 1974 a 1980. O grupo teve o reconhecimento da crítica pela Associação Paulista de Críticos de Artes como melhor conjunto instrumental pelos discos Do Romance ao Galope Nordestino (1974) e Aralume (1976). Este último leva o título de uma das composições de Madureira que homenageou Suassuna pelo Romance da Pedra do Reino.
O Movimento Armorial foi a formulação mais elaborada da interpretação da tradição cultural nordestina na invenção de uma ideia de Brasil, ligando essa tradição às expressões da cultura popular – notadamente as de procedência sertaneja, como a literatura de cordel, a xilogravura e a música de viola, rabeca ou pífano. Do ponto de vista musicológico, a expressiva atuação de Madureira como compositor e pesquisador à frente do Quinteto Armorial refletiu a síntese do seu pensamento composicional pela utilização de recursos usuais à música clássica como contraponto, modificações de textura, cânones e imitações melódicas. Isto é, sob essa roupagem erudita, as vozes das ruas e dos recônditos do nordeste foram evocados nas composições através dos timbres e temas musicais presentes na discografia do grupo pela sonoridade da viola nordestina, do violão, do marimbau, do violino em alternância com a rabeca e da flauta transversal em alternância com o pífano. Desta discografia podemos destacar as composições Revoada, Repente, Toré, Toada e Dobrado de Cavalhada, Lancinante, O Homem da Vaca e o Poder da Fortuna, Guerreiro, Ponteado, Cantiga e Xincuan.

Leia o texto completo

Vídeos